20 de dez de 2010

Cap 8: Um veneno na dose certa.

Música tema do capítulo

Minha irmã pedira carona aquela manhã para a escola e eu sabia que isso significava mais que uma obrigação fraternal com sua pequena irmãzinha mais nova e sim um trajeto repleto dos pequenos detalhes sórdidos. Seria um prato cheio contar o grito de Aurora e seu pedido pra cair fora do cinema. Bastava manter minha boca calada e o som nas alturas tocando música eletrônica.

O problema é que a cabecinha de Gisele não parava de fuçar as redes e não foi difícil ela sozinha descobrir vestígios da noite ruim. Seu primeiro gesto foi diminuir o volume do som.

_Sua ruiva está meio confusa hen? Que música é essa que ela postou? “É como se eu vivesse 1000 vidas/ Ainda procurando por aquela que é a certa/ Veja, seguir em frente não está funcionando; /Você acendeu o fogo que eu estou queimando./ E tudo que eu estou fazendo é proteger isso, /uma mentira pelo bem do meu orgulho/ Enquanto todos os outros me deixaram pensando/ Nós poderíamos ser mais do que apenas maravilhosos."

_Para de bisbilhotar a vida dela.

_Isso não é bisbilhotar, seu antiquado. É parte da vida social! Ontem, antes de dormir ela escreveu: “Quero voltar atrás.” O que você aprontou?

_Sua escolha da calça não fez muito efeito.

_Como assim? Você esperava que a calça sozinha falasse, abraçasse e fizesse tudo? É como uma garota que chega no salão pra lavar o cabelo e quer sair de lá com ele tão sedoso como se tivesse feito um tratamento de mil reais com base em...

_Por favor, pode se manter no nível da coerência masculina?

_Se não me contar, não poderei ajudar. _ cantarolou aquilo com fina perversão.

_Ela simplesmente pediu pra ir embora quando achei que tudo estava começando!

_Querido, com dois ovos e farinha não se faz um bolo, fale mais!

_Ãnh, não tem mais, foi isso! Ela fugiu!

_Está dando de difícil...

_Não...

_Confie em mim, a PhD nisso sou eu. Está fazendo de difícil. Então, você tem que jogar o mesmo jogo. _ ela continuou usando sua voz de treinador na beira de quadra passando os comandos mais óbvios com um ar de profeta. Saímos do carro e caminhamos para a entrada da escola. _ Rosaniiii... _gritou e fez um gesto para que uma menina loira sentada um degrau acima de outras garotas mais novas que pareciam suas discípulas veneradoras viesse até nós. Ela tinha lindas pernas sob a saia curta pinçada. _ Esse é meu irmão Doug.

_Oi. _ ela me olhou de cima abaixo em um exame de raio X rápido.

_Que tal você passar lá em casa hoje para ver o meu guarda-roupa? Lembra que na aula de finanças domésticas ficamos de montar um site de troca de roupas entre garotas?

Eu estava tentando entender a união entre o site, eu, ela, minha irmã e Aurora. Mas, me mantive calado porque podia não ter coerência alguma e eu tinha a deixa pra cair fora.

_Será ótimo.

_Mas, antes eu preciso de um favorzinho seu... _ minha irmão pegou na ponta do seu cabelo e o alisou. Sua voz mais baixa me fez crer que ali estava a cola que uniria todas as pontas dos personagens. _... Tem uma pessoa precisando de um castigo e eu acho que você será perfeita pra isso...

Pessoa=Aurora? Ou meu cérebro fora rápido demais?

_Não... _segurei o braço de Gisele. Mas, seu rosto focou em alguém atrás de mim. Pude ver pela sua mente aberta para minha intercepção que era Aurora chegando. Ela sussurrou o comando para a amiga, que simplesmente se apoiou nos meus ombros, ficou na ponta dos pés e me beijou.

Por quê...? Questionei em silêncio, não negando o beijo.

Pude ver pelos olhos da minha irmã transmitindo imagens para minha mente que Aurora estava chocada me vendo com outra garota. Eu alimentava meu ego masculino idiota por mostrar que ela não podia me esnobar, mas parecia uma dose cavalar demais.

Eu sei que está doendo nela mais que em você, mas confie em mim, o veneno está na dose correta e Aurora vai se curar desse orgulho bobo de te dar um gelo. Segure na cintura com vontade agora, Doug. Se ela está usando a técnica do sapateado de pisar em você, então, você irá pisar com um salto alto agulha, quanto menor a superfície de contato, maior a força do pisão. A voz de Gisele parecia de uma bruxinha invadindo minha mente.

Aurora desapareceu e eu afastei o rosto. O que eu diria pra a garota? Obrigado pelo beijo sem sentido e pode ir com a minha irmã curtir as roupas? Meus olhos se fixaram em Gisele e lhe perguntei em silêncio se machucar Aurora valia uma tarde discutindo moda.

Não, claro que não. É bem mais caro que isso, na verdade, você me deve. Pois quando Aurora acordar que não pode deixar Doug, o cara mais legal dessa escola, de castigo, você vai me agradecer. Falou com toda a sua arrogância, piscou e deu as costas. As duas saíram rebolando e eu fiquei parado por alguns segundos.

De repente, meu olhar se encontrou com o de Sandrinha, amiga de Aurora, que deve ter visto todo o joguinho. Ela não precisou emitir nenhuma opinião à distância, seu balançar de cabeça para os lados me fez me sentir um troglodita ridículo filha da mãe.

Continua...

7 comentários:

Li Mendi disse...

Westlife Revisar tradução -
Shane:
É como uma tempestade contra a janela.
Me persegue como uma sombra.
Eu nadarei um oceano sem fim,
Até que você traga de volta a sua devoção.

Mark:
É como se eu vivesse 1000 vidas
Ainda procurando por aquela que é a certa
Veja, seguir em frente não está funcionando;
Você acendeu o fogo que eu estou queimando.

Refrão: Todos
E tudo que eu estou fazendo é proteger isso,
uma mentira pelo bem do meu orgulho
Enquanto todos os outros me deixaram pensando
Nós poderíamos ser mais do que apenas maravilhosos.

Shane:
Eu acho que estou me segurando à minha fé.
Uma esperança sólida de que estou me dirigindo a sua direção.
E rastejar por cima de tudo isso é tão tentador;
Nós poderiamos ser mais do que maravilhosos.

Refrão (Todos)

Kian:
Eu não pude ver

Todos:
Eu devo ter acreditado em uma mentira.
Se eu admitisse isso, você me deixaria fazer as coisas direito?

Nicky:
Está tudo perdido?

Shane:
Oh não. Nós poderíamos ser mais do que;
Nós poderíamos ser mais do que maravilhosos

Refrão: Todos
E tudo que eu estou fazendo é proteger isso,
uma mentira pelo bem do meu orgulho
Enquanto todos os outros me deixaram pensando
Diretamente para o jeito como estou me sentindo,
Oh nós poderiamos ser mais do que apenas maravilhosos

E tudo que eu estou fazendo é proteger isso,
uma mentira pelo bem do meu orgulho
Enquanto todos os outros me deixaram pensando
Diretamente para o jeito como estou me sentindo,
Oh nós poderiamos ser mais do que apenas maravilhosos


http://www.vagalume.com.br/westlife/amazing-traducao.html#ixzz18hPhRV6A

Li Mendi disse...

Será que a gente precisa ser esnobada pra querer lutar?

O que Aurora deveria fazer?

Obrigada pelos coments, girls. Isso me motiva a escrever apesar do cansaço pós trabalho.

Bjs e obrigada mesmo!!!!!!!!

Li Mendi disse...

é clichê dizer, mas a opinião de vcs conta muuuito.

Anna Souza disse...

Acho que um pouco, mas só um pouco mesmo, de "veneno" não faz tão mal assim.

Acho que a Aurora deveria dar uma chance para o Doug, afinal ela só tem essa vida dela, de humana normal.

Bjs!

Lívia Costa disse...

O ser humano muitas das vezes precisa perder um pouco, pra poder dar valor!!

bjos

Lívia Costa disse...

O ser humano muitas das vezes precisa perder um pouco, pra poder dar valor!!

bjos

Aninha Barreto disse...

foi preciso perder... pra aprender a valorizar... ai... essa parte me emocionou..rs

Ocorreu um erro neste gadget